Social Icons

Pages

Featured Posts

quarta-feira, 31 de agosto de 2016

O que acontece quando você coloca cobre derretido dentro de um coco?

A casca dura do coco é muito boa em reter o calor do cobre derretido. Depois que você enche a bola marrom com o metal liquefeito, ela fica quente por muito tempo e faz qualquer coisa que você ponha dentro do coco ferver. E o que sobra depois que esfria? Uma peça de cobre em forma de donut.
Via Mega Notícia

terça-feira, 30 de agosto de 2016

Você se lembra do menino Hércules: Veja como ele está 16 anos mais velho

Lembra dele o pequeno Hércules? Quando ele tinha 8 anos de idade com o que uma criança aparentemente normal deveria se preocupar? Lembrando a nossa memória de acordo com a vivência da maioria de nós, estudar para pelo menos passar de ano no colégio, se não o papai e a mamãe desceriam o sarrafo no nosso lombo.
 A infância foi assim para a maioria de nós, já para o garoto Richard Sandrax, que ganhou o notável e coerente apelido de Pequeno Hércules, a vida era um pouco diferente, aos seus oito anos de idade no final dos anos 90 ele assustou o mundo inteiro ao exibir um corpo extremamente trabalhado, que foi trabalhado anos a fio com bastante disciplina e toda a ordem de exercícios físicos pesados.
Quinze anos depois se passaram desde que a foto acima foi tirada, e Richard, agora com 23 anos, voltou a repercutir na mídia novamente, dessa vez por ter reaparecido só que agora o seu corpo não tem nada de extraordinário, ele se tornou um adulto normal de 23 anos. De acordo com o garoto fato de ter rompido laços com seu pai aos 11 anos por ele ter agredido sua mãe e ter sido preso por violência doméstica somado ao desgaste com a rotina de exercícios o fizeram querer abandonar a musculação de uma só vez, e então ele deixou de ser o ‘Pequeno Hércules’ para se tornar apenas Richar

segunda-feira, 29 de agosto de 2016

Confira agora como era o corpo de algumas celebridades antes da fama

1. Fernanda Souza (nariz) 
2. Scarlett Johansson (nariz) 
3. Paola Oliveira (coxa) 
4. Angelina Jolie (nariz) 
5. Fernanda Vasconcelos (lipoaspiração) 
6. Jennifer Aniston (nariz) 
7. Lindsay Lohan (aplicação de Botóx) 

domingo, 28 de agosto de 2016

Veja como deveria ser nosso corpo para sobreviver a qualquer acidente de trânsito


Gostaríamos que vocês conhecessem Graham, um sujeito pacato e absolutamente normal. Bom, a não ser por alguns “detalhes”. Graham foi concebido para suportar os mais graves acidentes automobilísticos. Para isso, nasceu com um crânio grande e muito duro. Seu nariz é bem achatado, assim como suas orelhas. Já as costelas são muito fortes e proeminentes, e há bolsas de ar entre elas para que os órgãos internos fiquem ainda mais protegidos. Os pés de Graham também são fortes, assim como suas pernas.

Claro que este homem não existe. Estamos falando de um boneco bem realista, desenvolvido na Austrália pela artista plástica Patricia Piccinini. Ela utilizou silicone, fibra de vidro e cabelo humano real para criar Graham, que está exposto na Biblioteca Estadual de Victoria, na Austrália. Para cria-lo, Piccinini seguiu as orientações de um médico especialista em traumas provocados por acidentes de trânsito e de um estudioso em segurança dos automóveis. 

Homem mais resistente do mundo

A iniciativa de criar um boneco com aparência mutante ou alienígena (única forma de sobrevivermos a um impacto em alta velocidade) faz parte de uma campanha educacional da Comissão de Acidentes no Transporte do estado de Victoria.

“Os carros evoluíram muito mais rápido do que os humanos. E o Graham nos ajuda a lembrar disso. Precisaríamos ter um corpo como o dele para suportar o impacto”, diz Joe Calafiore, diretor da Comissão de Acidentes no Transporte.

O vídeo abaixo mostra em detalhes como é o corpo deste “homem ultrarresistente”.

sábado, 27 de agosto de 2016

Essa é a mulher mais flexível do mundo. E suas fotos vão te deixar de boca aberta

Não importa o quanto você tente, muito dificilmente você vai chegar perto da flexibilidade da contorcionista Julia Günthel, mas não se preocupe: ninguém vai. 

Mais conhecida como Zlata, essa contorcionista de 29 anos que vive atualmente na Alemanha, pratica esses movimentos alucinantes desde os 4 anos, e vem se aperfeiçoando desde então. 

Confira a performance inacreditável de Zlata nas fotos abaixo. 

Lata começou sua carreira com apenas 4 anos, quando um professor notou o quão flexível ela era. 
Ela passou anos como ginasta, e então decidiu mudar para o mundo do contorcionismo. 
Ela se mudou do Cazaquistão para a Alemanha e começou a se apresentar sempre que podia. 
Ela pode fazer uma variedade de poses incríveis como resultado. 
 
Ela é mais famosa por seu backbend insano, que é tão assustador que quase não parece real. 
Ela também pode colocar seu corpo em uma variedade de espaços minúsculos. 
Seu talento fez dela uma sensação: Ela viajou por todo o mundo para praticar seu ofício. 
Ela também ganhou prêmios por sua habilidade: Zlata está no Livro Guinness de Recordes Mundiais pela velocidade de seus backbends. 
Ela foi destaque em uma variedade de programas de televisão por seu talento, incluindo o Discovery Channel. Sobre o programa da DC, Zlata foi examinada por um médico. 
Eles descobriram que seus ligamentos eram semelhantes aos de um bebê – em outras palavras, seus ligamentos não endureceram quando ela se tornou um adulto, diferente de todos nós. 
É uma habilidade incrível, mas certamente parece doloroso. Gostaria de tentar fazer um dos backbends surpreendentes de Zlata? Nosso melhor conselho: se alongue por pelo menos três anos de antecedência.

quinta-feira, 25 de agosto de 2016

Confira 15 imagens sinistras da guerra contra o tráfico de drogas no México

Não é só no Brasil que traficantes e policiais travam batalhas assustadoramente sangrentas. O México, como você deve saber, também está entre as nações que, recentemente, decidiram declarar guerra contra o narcotráfico. Entretanto, o que você talvez não conheça é a dimensão desse violento embate. De acordo com John Kuroski, do portal All That Is Interesting, a atual guerra contra o narcotráfico no México teve início no finalzinho de 2006, quando Felipe Calderón foi eleito presidente do país.

Pouco depois de assumir o governo, Calderón lançou a chamada Operación Michoacán — e enviou 7 mil policiais ao estado de Michoacán, no sul do país, para prender suspeitos e apreender armas. Com isso, o circo estava armado.
Situação tensa

Na última década, o governo mexicano lançou uma série de operações similares, e o número de mortes relacionadas com o narcotráfico escalou de perto de 2,5 mil em 2007 para mais de 15 mil em 2010, segundo fontes oficiais. Além disso, desde que Calderón assumiu a presidência até 2012, quando deixou o cargo, a guerra das drogas havia deixado 60 mil mortos e cerca de 27 mil desaparecidos.
Pilha de armas destruídas pelas autoridades mexicanas

Segundo Kuroski, embora o índice de homicídios tenha caído um pouco no México após o fim do “período Calderón”, os números voltaram a subir no ano passado. As estimativas do governo apontam que a quantidade de mortos na guerra contra o narcotráfico é de, no mínimo, 80 mil pessoas. Lembrando que os números de 2016 não foram contabilizados ainda, e que o governo espera que ocorra uma nova alta na violência, o prognóstico não é nada bom.

Veja a seguir algumas imagens que retratam essa sangrenta batalha — destacamos que algumas fotos podem ser consideradas chocantes por alguns leitores:

1 – Fogo
Sabe o que está sendo queimado na enorme fogueira da imagem acima? Nada menos do que 1 quilo de metanfetamina, 35 quilos de cocaína, 2,6 mil quilos de maconha e quase 1,8 mil pílulas de substâncias psicotrópicas. O material foi incinerado em uma base militar localizada em Monterrey, em junho de 2012.

2 – Arsenal dourado
As armas acima pertenciam a diversos chefes do tráfico e foram confiscadas em Ciudad Juárez, localizada no estado de Chihuahua, em abril de 2007.

3 – Outro arsenal
Na imagem, pelo menos 6 mil rifles e pistolas que pertenciam a traficantes e foram confiscadas pelas autoridades mexicanas são destruídas por um tanque de guerra. 

4 – Blocos e mais blocos
Os blocos cuidadosamente organizados que você acabou de ver na imagem acima somam 3,1 toneladas de cocaína apreendida no porto de Buenaventura, na Colômbia, antes de o carregamento chegar ao seu destino final, no México. 

5 – Vestígios de violência
Clicada em maio do ano passado, a fotografia que você acabou de ver mostra uma poça de sangue em um rancho invadido por traficantes em Tanhuato durante um enfrentamento armado com a polícia. A troca de tiros durou cerca de três horas e acabou com um policial e 42 suspeitos mortos. 

6 – Confrontos
Militar mexicano mantém guarda diante dos corpos de dois supostos traficantes que foram mortos durante um tiroteio em um hotel da cidade de Acapulco. Na mesma ocasião, um civil e 30 suspeitos perderam suas vidas. 

7 – Mais fogo
Soldados mexicanos marcham próximo de uma enorme fogueira usada para incinerar 23,5 toneladas de cocaína na cidade de Manzanillo. A droga foi encontrada pelas autoridades em contêineres provenientes da Colômbia — e essa foi a maior apreensão da substância na história do México.

8 – Sinais da morte 

Policiais mexicanos se deparam com um crânio e outros ossos humanos em uma possível vala comum repleta de vítimas da violência do tráfico.

9 – Guerra declarada 

Na imagem, soldado mexicano faz guarda diante de uma fogueira criada para incinerar 3 mil quilos de maconha e 2 mil kg de cocaína apreendidas em Ciudad Juárez.

10 – Suspeitos abatidos 
O homem da foto que você acabou de ver foi uma de cinco vítimas encontradas na ponte Zaragoza, que permite a travessia entre as fronteiras do México e os EUA.

11 – Ostentação 
Detalhes de pistolas de traficantes — ornamentadas com ouro, esmeraldas, rubis e diamantes — apreendidas em Culiacán.

12 – Vítima 

Moradores do bairro de Buena Vista, em Acapulco, param para ver o cadáver de uma vítima do narcotráfico — acompanhada de um cartaz que atribui o crime a um dos cartéis. 
13 – Outra vítima 

A vítima acima é uma mulher cujo corpo — também acompanhado de uma “mensagem”, no caso, pintada nas costas do cadáver — foi encontrado pendurado em uma ponte em Monterrey. 
14 – AK-47 
O rifle da imagem acima, com diversas partes banhadas em ouro, pertencia a um traficante chamado Ramiro Pozos González, também conhecido pelo apelido de “El Molca”.

15 – Crânio 
A caveira acima foi encontrada no vilarejo de Arteaga — onde o traficante Servando Gómez Martínez, mais conhecido pelo apelido de “La Tuta”, comanda um grupo criminoso chamado Caballeros Templarios que apoia as ações do Cartel de Sinaloa.

Bônus 

Soldado é flagrado com sua iguana de estimação durante a destruição de 17,5 toneladas de maconha, cocaína, heroína e metanfetamina em uma base militar em Monterrey.